Publicado em 04.04.2022

1. Os passageiros que chegam da China (Representante do Povo) não podem entrar.
– Isso não se aplica a:
– nacionais e residentes da Alemanha;
– nacionais de Andorra, Mônaco, San Marino, Suíça, Cidade do Vaticano (Santa Sé) e Estados-Membros da EEE;
– familiares imediatos de cidadãos dos Estados-Membros da EEE e da Suíça. Eles devem apresentar provas de sua relação familiar;
– familiares próximos de residentes da Alemanha. Eles devem apresentar provas de sua relação familiar;
– passageiros com autorização de residência emitida por Andorra, Mônaco, San Marino, Suíça, Cidade do Vaticano (Santa Sé) ou um Estado-Membro da EEE;
– Cidadãos britânicos com autorização de residência emitida pela Alemanha antes de 31 de Dezembro de 2020;
– passageiros com visto “D” de longo prazo emitido por um Estado-Membro da EEE ou pela Suíça;
– residentes de Taipei chinês, Hong Kong (SAR China), Indonésia, Coreia (Rep.), Macau (SAR China) e Nova Zelândia. Eles devem ter vivido no país de residência nos últimos 6 meses;
– militares;
– marinheiros mercantes;
– alunos;
– parceiros solteiros de residentes da Alemanha. Eles devem ter um convite escrito e uma cópia do documento de identidade do residente na Alemanha. Eles também devem ter uma declaração e ser capazes de apresentar provas de seu relacionamento.

2. Os passageiros devem ter um certificado de vacinação COVID-19 mostrando que:
– eles foram totalmente vacinados com AstraZeneca (Vaxzevria), Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty) pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida, ou receberam uma dose de reforço de AstraZeneca (Vaxzevria), Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty); ou
receberam duas doses de Janssen pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
– eles receberam uma dose de Janssen e uma dose de Moderno (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty) pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
receberam uma dose de Janssen, uma dose de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty), e uma dose de reforço de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty); ou
receberam uma dose de AstraZeneca (Vaxzevria), Janssen, Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty). Eles também devem ter um teste positivo COVID-19 LAMP, NAAT, PCR, RT-LAMP, RT-PCR ou TMA feito pelo menos 28 dias e no máximo 90 dias antes da chegada.
Os certificados devem estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol. Mais detalhes podem ser encontrados em https://tinyurl.com/bp87kdxr .
– Isso não se aplica a:
– seus filhos acompanhantes menores de 12 anos;
– passageiros que chegam da China (Representante do Povo););
– nacionais e residentes da Alemanha;
– passageiros que chegam da Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Tcheco, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda (Rep.), Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia ou Suíça;
– nacionais de Andorra, Mônaco, San Marino, Suíça, Cidade do Vaticano (Santa Sé) e Estados-Membros da EEE;
– familiares imediatos de cidadãos dos Estados-Membros da EEE e da Suíça. Eles devem apresentar provas de sua relação familiar;
– familiares próximos de residentes da Alemanha. Eles devem apresentar provas de sua relação familiar;
– passageiros com autorização de residência emitida por Andorra, Mônaco, San Marino, Suíça, Cidade do Vaticano (Santa Sé) ou um Estado-Membro da EEE;
– Cidadãos britânicos com autorização de residência emitida pela Alemanha antes de 31 de Dezembro de 2020;
– passageiros com visto “D” de longo prazo emitido por um Estado-Membro da EEE ou pela Suíça;
– residentes de Taipei chinês, Hong Kong (SAR China), Indonésia, Coreia (Rep.), Macau (SAR China) e Nova Zelândia. Eles devem ter vivido no país de residência nos últimos 6 meses;
– militares;
– marinheiros mercantes;
– alunos;
– parceiros solteiros de residentes da Alemanha. Eles devem ter um convite escrito e uma cópia do documento de identidade do residente na Alemanha. Eles também devem ter uma declaração e ser capazes de apresentar provas de seu relacionamento.

3. Os passageiros que entram ou transitam pela Alemanha devem ter:
– um teste de antígeno COVID-19 negativo feito no máximo 48 horas antes da chegada; ou
– um teste de LÂMPADA COVID-19 negativa, NAAT, PCR, RT-LAMP, RT-PCR ou TMA feito no máximo 48 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.
O resultado do teste deve ser em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol.
– Isso não se aplica a:
– passageiros menores de 12 anos;
– passageiros com lâmpada COVID-19 positiva, NAAT, PCR, RT-LAMP, RT-PCR ou TMA feito pelo menos 28 dias e no máximo 90 dias antes da chegada;
– passageiros com certificado de vacinação COVID-19 mostrando que foram totalmente vacinados pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida, ou foram totalmente vacinados e receberam uma dose de reforço. As vacinas aceitas são: AstraZeneca (Vaxzevria), Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) e Pfizer-BioNTech (Comirnaty). O certificado deve estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol;
– passageiros com certificado de vacinação COVID-19 mostrando que receberam:
– duas doses de Janssen pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
– uma dose de Janssen e uma dose de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty) pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
– uma dose de Janssen, uma dose de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty), e uma dose de reforço de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty). Os certificados devem estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol.

4. Os passageiros podem ficar sujeitos à quarentena por 10 ou 14 dias. Detalhes podem ser encontrados em https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/service/gesetze-und-verordnungen/guv-19-lp/coronavirus-einreiseverordnung.html
– Isso não se aplica a:
– passageiros com um certificado de vacinação COVID-19 mostrando que foram totalmente vacinados pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida, ou foram totalmente vacinados e receberam uma dose de reforço. As vacinas aceitas são: AstraZeneca (Vaxzevria), Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) e Pfizer-BioNTech (Comirnaty). O certificado deve estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol;
– passageiros com certificado de vacinação COVID-19 mostrando que receberam:
– duas doses de Janssen pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
– uma dose de Janssen e uma dose de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty) pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida; ou
– uma dose de Janssen, uma dose de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty), e uma dose de reforço de Moderna (Spikevax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty). Os certificados devem estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol;
– passageiros com certificado de vacinação COVID-19 mostrando que receberam a primeira dose de vacina da AstraZeneca (Vaxzevria), Janssen, Moderno (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax) ou Pfizer-BioNTech (Comirnaty) pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da partida, e um teste positivo COVID-19 LAMP, NAAT, PCR, RT-LAMP, RT-PCR ou TMA realizados pelo menos 28 dias e no máximo 90 dias antes da chegada. Os certificados devem estar em inglês, francês, alemão, italiano ou espanhol.

5. Mais informações relacionadas ao COVID-19 podem ser encontradas em www.bundespolizei.de/Web/DE/04Aktuelles/01Meldungen/2020/03/200317_faq.html

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.