Publicado em 17.05.2022

1. Os passageiros devem ter um certificado de recuperação ou vacinação COVID-19.
– Isso não se aplica a:
– passageiros menores de 12 anos;
– cidadãos da Ucrânia.
Certificado de recuperação:
– deve ser emitido pelo menos 11 dias após um resultado positivo do teste NAAT COVID-19 feito no máximo 180 dias antes da chegada.
Certificado de vacinação:
(i) deve mostrar que os passageiros foram totalmente vacinados pelo menos 14 dias e no máximo 270 dias antes da chegada ou que foram totalmente vacinados e receberam uma dose de reforço.
Vacinas aceitas:
(a) AstraZeneca (SK Bioscience), AstraZeneca (Vaxzevria), Covaxin, Covishield, Covovax, Janssen, Moderna (Spikevax), Nuvaxovid (Novavax), Pfizer-BioNTech (Comirnaty), Sinopharm e Sinovac.
b Outras vacinas são aceitas se a última dose recebida for uma das vacinas listadas acima.
(ii) Passageiros sem certificado ou equivalente COVID Digital da UE devem carregar o certificado de recuperação ou vacinação COVID-19 em https://www.spth.gob.es/ . Isso gerará um código QR que deve ser apresentado antes do embarque e na chegada.

2. Os seguintes passageiros que não possuem certificado de recuperação ou vacinação COVID-19, podem viajar com um teste COVID-19 especificado abaixo:
– passageiros que chegam da Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Tcheco, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda (Rep.), Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Suécia ou Suíça;
– nacionais e residentes de Andorra, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Tcheco, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda (Rep.), Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Mônaco, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, San Marino, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça ou Cidade do Vaticano (Santa Sé);
– passageiros residentes no Bahrein, Chile, China (Representante do Povo), Taipei Chinês, Colômbia, Hong Kong (SAR China), Indonésia, Coreia (Rep.), Kuwait, Macau (SAR China), Nova Zelândia, Peru, Catar, Ruanda, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Uruguai, e chegando do país em que residem;
– passageiros com visto “D” emitido por um Estado-Membro de Schengen, retornando via Espanha ao seu país de residência;
– familiares imediatos de um cidadão de um Estado-Membro da UE viajando juntos ou viajando para se juntar ao nacional de um Estado-Membro da UE;
– passageiros que são parceiros solteiros de cidadãos da Espanha com confirmação de seu relacionamento, emitido por um consulado da Espanha;
– passageiros que estudam na Áustria, Bélgica, Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia ou Suíça. Eles devem ter seguro médico e estar viajando para o país onde estudam no máximo 15 dias antes do início do estudo;
– passageiros com passaporte diplomático viajando em serviço;
– militares.
Teste COVID-19:
(i) Um teste de antígeno rápido COVID-19 negativo feito no máximo 24 horas antes da partida; ou
(ii) Um teste NÍTIDO COVID-19 negativo, HAD, LAMP, NEAR, PCR, RT-LAMP, RT-PCR, SDA ou TMA feito no máximo 72 horas antes da partida. O teste deve ser em inglês, francês, alemão, espanhol ou acompanhado de uma tradução em espanhol certificada.
As informações no item 2 não se aplicam a:
– passageiros menores de 12 anos;
– cidadãos da Ucrânia.

3. O seguinte se aplica aos passageiros entre 12 e 17 anos:
(i) Se eles não tiverem um certificado de recuperação ou vacinação COVID-19 listado no item 1 acima, ou não pertencem ao tipo de passageiros listados no item 2, eles podem viajar com um teste COVID-19 negativo feito no máximo 72 horas antes da partida. Testes aceitos: CRISPR, HAD, LAMP, NEAR, PCR, RT-LAMP, RT-PCR, SDA ou TMA. O teste deve ser em inglês, francês, alemão, espanhol ou acompanhado de uma tradução em espanhol certificada.
(ii) Passageiros sem certificado ou equivalente COVID Digital da UE devem carregar o certificado de recuperação ou vacinação COVID-19 em https://www.spth.gob.es/ . Isso gerará um código QR que deve ser apresentado antes do embarque e na chegada.
– Isso não se aplica aos nacionais da Ucrânia.

4. Os passageiros estão sujeitos a triagem médica na chegada.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.